O que é pluralismo

pluralismo
© istockphoto.com /AlexMax

Pluralismo é um conceito que defende a ideia de que a diversidade social e política é benéfica para a sociedade e que os grupos sociais, sejam religiosos, profissionais ou de minorias étnicas, devem desfrutar de autonomia. O pluralismo asseguraria assim que o poder nas democracias liberais fosse exercido de forma distribuída devido à pressão de uma variedade de grupos com diferentes interesses ideológicos e econômicos, evitando assim a dominação por uma elite e a formação de oligarquias. Apesar do pluralismo ter se consolidado como uma visão da ciência política no início do século 20 a partir de um grupo de pensadores na Inglaterra, as raízes dessa ideia já apareciam nas preocupações com a questão da tolerância das diferenças nos trabalhos filosóficos de John Locke, John Milton e Immanuel Kant, entre outros filósofos. Ideias dos pensadores comunitaristas, como Charles Taylor e Michael Walzer, e o pensamento de Jürgen Habermas, que rejeitam o individualismo defendido pelo liberalismo, têm sustentado os principais conceitos do pluralismo contemporâneo. Do ponto de vista do poder político, os pluralistas acreditam que alguns aspectos negativos da sociedade industrial moderna podem ser superados com a descentralização administrativa e econômica.

Assuntos relacionados