Informações básicas sobre a Rússia

Rússia

Histórico

Os vikings chegaram à Europa Oriental no século 9 e fundaram as cidades de Kiev e Nijni Novgorod. No século 13, os mongóis, sob o comando de Gêngis Khan, conquistaram parte do território da Rússia atual. Porém, o principado de Muscovy dominou os mongóis e conquistou os territórios vizinhos. Durante o reinado do czar Pedro I (1682-1725), São Petersburgo foi fundada, tornando-se a capital do Império. As expansões na Europa e na Ásia continuaram no século 19. Mas a derrota do país na guerra contra o Japão, pelo domínio da Manchúria, em 1905, enfraqueceu o czarismo. Em 1917, o czar Nicolau II é derrubado pelos revolucionários, dando origem a uma república parlamentar, formada pelos sovietes (conselhos de camponeses, operários e soldados). Porém, em 1917, o líder bolchevique (ala mais radical) Lênin lidera uma nova revolta, instaurando um governo revolucionário. Os bolcheviques fundam então o Partido Comunista. A União das Repúblicas Soviéticas (URSS) é criada em 1922, abrangendo os territórios que pertenciam ao Império Russo. ­
Com a morte de Lênin, em 1924, Josef Stálin assume a liderança do
Partido Comunista e inicia um mandato ainda mais repressivo e violento. Em 1941, a URSS é invadida pela Alemanha, mas após o final do conflito
ela emerge, ao lado dos Estados Unidos, como uma das grandes potências
mundiais.


Miley Cyrus em show­
©HowStuffWorks­

O mundo então se divide em dois blocos, o capitalista, liderado pelos americanos, e o socialista, pelos soviéticos, dando início à Guerra Fria. O enfraquecimento do governo soviético começa somente em 1982. Três anos depois, Mikhail Gorbatchov assume o poder e coloca em vigor a perestróika (reestruturação) e a glasnot (abertura). Insatisfeitos, integrantes do Partido Comunista e das Forças Armadas tentam um golpe de Estado contra Gorbatchov, em 1991, mas são impedidos pelo dirigente populista Bóris Iéltisen e pela população de Moscou e Leningrado. Chega assim ao fim a URSS, surgindo em seu lugar várias repúblicas, entre elas a Federação Russa, que elegeu Iéltsin presidente. O seu governo promoveu então a transição do país para o capitalismo, invadiu a Chechênia separatista (conflito do qual saiu derrotada) e firmou um acordo de cooperação estratégica com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Com a instabilidade econômica, em 1999, Iéltsin nomeia para o governo Vladimir Putin, que recupera a economia e ganha prestígio entre a população. Em 2004, inicia-se um conflito entre a Rússia e a Geórgia, república com orientação pró-ocidental. Em 2008, Dmitry Medvedev assume a presidência apoiado por Putin.


Rússia

Miley Cyrus em show

­

Capital: Moscou

Língua oficial: russo

Nome oficial: Federação Russa

Descrição da bandeira: três faixas horizontais iguais na cores branco, azul e vermelho

Maior(es) cidade(s): Moscou, São Petesburgo

Área: 17.075.200 km2

Coordenadas: 60 N, 100 E

Fronteiras: banhada pelo Oceano Ártico e Oceano Pacífico Norte , fazendo fronteira com o Azerbaijão, Bielorrússia, China, Estônia, Finlândia, Geórgia, Cazaquistão, Coréia do Norte, Lituânia, Mongólia, Polônia e Ucrânia

Dados populacionais

  • População: 140.702.094 (2008).
  • Taxa de natalidade: 11,03 nascimentos por mil habitantes (2008).
  • Taxa de mortalidade: 16,06 mortes por mil habitantes (2008).
  • Grupos étnicos: russos (79,8%), tártaros (3,8%), ucranianos (2%), bashkir (1,2%), chuvash (1,1%), outros ou não especificados (12,1%).
  • Principais grupos religiosos: cristãos (60,4%), sem religião (25,8%), islamismo (7,6%), ateísmo (5%), outras (1,9%).
  • Línguas: russo, línguas de outras repúblicas.
  • Alfabetização: 99,4% (2002).
  • IDH (Índice de Desenvolvimento Humano): 0,802. Posição no ranking: 67° de 177 países.

Economia

A economia russa teve um crescimento médio de 7% no período de 1998 a 2007, graças aos altos preços do petróleo, que juntamente com os metais e o gás natural, representou mais de 80% das exportações russas.

  • Indústrias: carvão, petróleo, gás, produtos químicos, metais, fabricação de máquinas, laminação, aeronaves e veículos espaciais, defesa (inclusive produção de radares e mísseis), componentes eletrônicos avançados, construção naval, equipamento de transporte rodoviário e ferroviário, equipamento de comunicação, maquinaria agrícola, tratores e equipamento de construção, equipamento de geração e transmissão de energia elétrica, instrumentos médicos e científicos, bens de consumo duráveis, têxteis, produtos alimentícios, artesanato.
  • Taxa de desemprego: 6,2% (2007).
  • População abaixo da linha da pobreza: 15,8% (2007).
  • Exportação: petróleo e derivados, gás natural, madeira e produtos de madeira, metais, produtos químicos, manufaturados civis e militares.
  • Importação: gás natural, petróleo, maquinaria e equipamentos, bens de consumo, medicamentos, carne, açúcar, produtos de metal semi-acabados.

Governo

  • Tipo: república com forma mista de governo.
  • Sistema legal: baseado no sistema de direito civil; revisão judicial dos atos legislativos; não aceitou a jurisdição compulsória da ICJ (Corte Internacional de Justiça).
  • Feriado nacional: Dia da Rússia (12 de junho de 1990).
  • Constituição: adotada em 12 de dezembro de 1993.

Geografia e turismo

  • Localização: norte da Ásia (a área oeste dos Urais é considerada parte da Europa), margeando o Oceano Ártico, entre a Europa e o Oceano Pacífico Norte.
  • Clima: varia de semi-­árido no sul a úmido continental na maior parte da Rússia européia; subártico na Sibéria; inverno longo e frio, com noites contínuas e um verão curto com temperaturas amenas no norte polar.
  • Principais atrações: Moscou, São Petersburgo, Kremlin, Museu Armorial, Museu Hermitage, Palácio de Paulo em Pavlovsk, Catedral de Santo Isaac, Abadia Alexander Nevsky, Convento Novodevichy.
  • Vacinas: hepatite A, hepatite B, febre tifóide, raiva, encefalite japonesa.
  • Distância do Brasil (a partir de Brasília): 10.997,58 km.
  • Moeda: rublo russo.

­

Meio ambiente

  • Porcentagem de área terrestre coberta por florestas: 47,9% (2005).
  • Emissão de dióxido de carbono (CO2) em milhares de toneladas métricas: 1.524 (2004).
  • Proporção total da população que utiliza água tratada: 97% (2006).
  • Proporção total da população que utiliza serviços de saneamento: 87% (2006).


Artigos relacionados

Fontes

Em português

  • Almanaque Abril 2007

Em inglês

­