Informações básicas sobre a Polônia

Polônia

Histórico

Entre 1772 e 1795 a Polônia foi dividida entre a Áustria, Rússia e Prússia. O país conquistou independência em 1918, mas foi invadido pela Alemanha e pela União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial. Apesar de se tornar um satélite soviético, o governo da Polônia foi tolerante e progressista. Um sindicato independente, o “Solidariedade”, foi estabelecido como resultado da desordem trabalhista em larga escala em 1980 e, em 1990, o sindicato ganhou as eleições. Nos anos 90, a Polônia adotou o programa de “terapia de choque”, que transformou a economia do país em uma das mais fortes da Europa Central. A Polônia se uniu à OTAN e à União Européia em 1999 e 2004, respectivamente. 

Dados populacionais

Polônia

Bandeira da Polônia

Capital: Varsóvia

Língua oficial: polonês

Nome oficial: República da Polônia

Descrição da bandeira: duas listras horizontais iguais nas cores branca (acima) e vermelha.

Maiores cidades: Varsóvia, Lodz

Área: 312.679 km²

Coordenadas: 52 N, 20 L.

Fronteiras: faz fronteira com Bielorrússia, República Tcheca, Alemanha, Lituânia, Rússia (Oblast de Kaliningrado), Eslováquia e Ucrânia.

  • População: 38.500.696 (julho de 2008).
  • Taxa de natalidade: 10,01 nascimentos por 1.000 habitantes (2008).
  • Taxa de mortalidade: 9,99 mortes por 1.000 habitantes (2008).
  • Grupos étnicos: poloneses (96,7%), alemães (0,4%), bielorrussos (0,1%), ucranianos (0,1%), outros e não-especificados (2,7%).
  • Principais religiões: católica romana (89,8%), protestante (0,3%), outras (0,35), não especificadas (8,3%).
  • Línguas: polonês.

Economia

O sucesso econômico da Polônia é atribuído à sua política de liberalização, adotada nos anos 90. Em 2007, o PIB da Polônia cresceu 6,5%, principalmente devido ao aumento dos investimentos corporativos, ao influxo de fundos estruturais europeus e ao crescente consumo interno.

  • Indústrias: fabricação de máquinas, ferro e aço, mineração de carvão, químicos, construção de navios, processamento de alimentos, vidro, bebidas, têxteis.
  • Índice de desemprego: 12,8% (2007).
  • População abaixo da linha de pobreza: 17% (2003).
  • Exportação: petróleo, gás natural, maquinaria e equipamentos de transporte, bens manufaturados intermediários, bens manufaturados diversos, alimentos e animais vivos.
  • Importação: maquinaria e equipamentos de transporte, bens manufaturados intermediários, químicos, minerais, combustíveis, lubrificantes e materiais relacionados.

Meio ambiente

  • Porcentagem de área terrestre coberta por florestas: 30% (2005).
  • Proporção da população que utiliza água tratada: não divulgado.
  • Proporção da população que utiliza serviços de saneamento básico: não divulgado.
Polônia

Governo

  • Tipo: república.
  • Sistema legal: baseado em uma mistura de lei civil continental (napoleônica) e reminiscências de teoria legal comunista; mudanças estão sendo gradualmente introduzidas como parte de um processo de democratização mais amplo; revisão limitada de atos legislativos, mas as decisões do Tribunal Constitucional são finais; é possível apelar das decisões dos tribunais à Corte Européia de Justiça em Estrasburgo; aceita jurisdição compulsória da Corte Internacional de Justiça, com reservas.
  • Feriado nacional: Dia da Constituição (3 de maio de 1791).
  • Constituição: adotada pela Assembléia Nacional em 2 de abril de 1997; passou por um referendo nacional em 25 de maio de 1997; efetiva desde 17 de outubro de 1997.

Geografia e turismo

  • Localização: Europa Central; a leste da Alemanha.
  • Clima: temperado, com invernos frios, nublados e moderadamente rigorosos e com chuvas freqüentes; verões brandos, com freqüentes chuvas e pancadas de chuvas acompanhadas de relâmpagos e trovões.
  • Atrações principais: Krakow  Rynek Główny, Catedral de Wawel, castelo real em Wawel Hill, mansão de Arthus, igreja em Blizne.
  • Vacinas: hepatites A e B, febre tifóide, raiva.
  • Distância do Brasil: 9.849,54 km (a partir de Brasília).
  • Moeda: zloty.

Artigos relacionados

Fontes