Informações básicas sobre Bósnia-Herzegovina

Bósnia e Herzegovina

Histórico

Bósnia-Herzegovina obteve independência da antiga Iugoslávia em 3 de março de 1992. Depois disso, os sérvios bósnios exigiram a separação das regiões controladas pelos sérvios e a formação da “Grande Sérvia”. Os croatas e os bósnios formaram uma Federação Bósnia/Croata da Bósnia-Herzegovina em março de 1994. O acordo de paz de Dayton, assinado em 14 de dezembro de 1995, promoveu a paz no país. O acordo resultou em um governo democrático e multi-étnico e restabeleceu os limites nacionais. Também foi formado um segundo governo, compreendendo a República Sérvia (RS), liderada pelos sérvios bósnios e a Federação Bósnia/Croata da Bósnia-Herzegovina. Essas duas entidades controlavam a maioria das atividades governamentais.

Bósnia-Herzegovina

bandeira

Capital: Sarajevo

Línguas oficiais: bósnio, croata, sérvio

Nome oficial: Bósnia-Herzegovina

Descrição da bandeira: uma listra vertical azul à direita com um triângulo isósceles amarelo adjacente à listra e à parte superior da bandeira; o restante da bandeira é azul com sete estrelas brancas de cinco pontas e duas meia estrelas, uma na parte superior e outra na inferior, ao longo da hipotenusa do triângulo

Maiores cidades: Sarajevo, Mostar

Área: 51.209.2 km2

Coordenadas: 44 N, 18 E

Fronteiras: Mar Adriático, Croácia, Montenegro e Sérvia

Dados populacionais

  • População: 4.590.310 (julho de 2008).
  • Taxa de natalidade: 8,82 nascimentos por mil habitantes (2008).
  • Taxa de mortalidade: 8,54 mortes por mil habitantes (2008).
  • Grupos étnicos: bósnio (48%), sérvio (37,1%), croata (14,3%), outros (0,6%).
  • Principais religiões: muçulmana (40%), ortodoxa (31%), católica romana (15%), outras (14%).
  • Línguas: bósnio (oficial), croata (oficial), sérvio (oficial).
  • Alfabetização: 96,7% (2000).
  • IDH (Índice de Desenvolvimento Humano): 0,803. Posição no ranking: 66º de 177 países.

Economia

Bósnia-Herzegovina é um importador de alimentos. O país sofre com a insuficiência e a improdutividade das fazendas. Conseqüentemente, era um dos mais pobres da federação iugoslava. Há um aumento estável nos investimentos estrangeiros e no crescimento do setor privado.

  • Indústrias: aço, carvão, minério de ferro, chumbo, zinco, manganês, bauxita, montagem de veículos, têxteis, fumo, móveis de madeira, montagem de tanques e aeronaves, eletrodomésticos, refinamento de petróleo.
  • Índice de desemprego: índice oficial de 45,5%; a economia paralela pode reduzir o desemprego real para 25-30% (2004).
  • População abaixo da linha de pobreza: 25% (2004).
  • Exportação: metais, vestuário, produtos de madeira.
  • Importação: máquinas e equipamentos, produtos químicos, combustíveis, produtos alimentícios.

Meio ambiente

  • Porcentagem de área coberta por florestas: 43,1% (2005).
  • Emissão de dióxido de carbono (em milhares de toneladas métricas de CO2): 15.596 (2004).
  • Proporção da população que utiliza água tratada: 99% (2006).
  • Proporção da população que utiliza serviços de saneamento: 95% (2006).

mapa

Governo

  • Tipo: república democrática federativa emergente.
  • Sistema judicial: baseado no sistema de direito civil; não aceitou jurisdição compulsória da ICJ.
  • Feriado nacional: Dia Nacional (25 de novembro de 1943).
  • Constituição: o acordo de Dayton, assinado em 14 de dezembro de 1995, em Paris, incluiu uma nova constituição, agora, em vigor.

Geografia e turismo

  • Localização: sudeste da Europa, fazendo fronteira com o Mar Adriático e a Croácia.
  • Clima: verões quentes e invernos frios; as áreas de alta elevação apresentam verões curtos e frescos e invernos longos e intensos; invernos chuvosos e moderados ao longo da costa.
  • Atrações principais: Stari Most (Ponte Velha) de Mostar, Neum, Parque Nacional de Sutjeska, Medugorje, montanha Jahorina.
  • Vacinas: hepatite A, hepatite B, febre tifóide e raiva.
  • Distância do Brasil: 9.215.49 km (a partir de Brasília).
  • Moeda: marco conversível.

Artigos relacionados

Fontes