Os desenhos dos círculos das plantações

Autor: 
Stephanie Watson

Os círculos das plantações não são apenas círculos, eles podem aparecer em muitas formas diferentes. O círculo na plantação mais básico (e mais comum) é o círculo único. Os círculos podem aparecer em conjuntos de dois (pares), três (trios) ou quatro (quádruplos). Os círculos também podem estar circundados por um anel externo fino .


Foto cedida circlemakers.org
Formação em Ogbourne St. George em Wiltshire

As hastes dentro do círculo são curvadas no que é conhecido como desenho em redemoinho, e os círculos podem girar no sentido horário ou anti-horário. Em desenhos com vários círculos, um pode girar no sentido horário e um outro no anti-horário. Mesmo um único círculo pode conter duas "camadas" de hastes, cada uma girando em uma direção diferente.

Escrevendo
Em 1987, a mensagem WEARENOTALONE apareceu em uma plantação ("nós não estamos sozinhos"). Os céticos argumentaram que se a mensagem tivesse sido feita por alienígenas, seria YOUARENOTALONE ("vocês não estão sozinhos").

Os círculos nas plantações podem variar de alguns centímetros a algumas centenas de metros. A maioria dos círculos antigos eram desenhos circulares simples. Mas depois de 1990, os círculos tornaram-se mais elaborados. Esses desenhos mais complexos foram chamados pictogramas. As plantações podem ser feitas para ter qualquer aparência: rostos sorridentes, flores ou até mesmo palavras. Os círculos nas plantações são às vezes desenhos únicos, mas também podem ser baseados em motivos antigos.


Foto cedida por circlemakers.org
Um círculo perto de Silbury Hill em Wiltshire, Inglaterra, que lembra uma Pedra Solar Asteca


Foto cedida por circlemakers.org
Uma formação em West Kennett, Wiltshire, na forma de um símbolo celta chamado Trisquel

Alguns dos desenhos mais sofisticados são baseados em equações matemáticas. O astrônomo e antigo professor da Universidade de Boston, professor Gerald S. Hawkins estudou vários círculos nas plantações e descobriu que as posições dos círculos, triângulos e outras formas foram escolhidas com base em relações matemáticas específicas. Em um desenho com um círculo externo e um interno, a área do círculo externo era exatamente quatro vezes a do interno. A precisão das formas indica que quem quer que tenha feito os círculos tem um conhecimento complexo de geometria Euclidiana (a geometria de uma superfície plana introduzida pelo matemático Euclides, de Alexandria).

Alguns círculos têm linhas finas que se distanciam deles. Estas linhas, chamadas pontas, na verdade não fazem parte do círculo. São criadas pelo trator do fazendeiro.