Como funciona a briga de cães

briga de cães

O suposto envolvimento em brigas de cães do zagueiro Michael Vick, da NFL, causou uma agitação que até levou membros do Congresso dos Estados Unidos a fazerem declarações públicas sobre a criação de uma legislação mais rígida. A briga de cães, que vem acompanhada das imagens de cães mutilados e cobertos de sangue, provoca reações fortes, mas várias pessoas não sabem as razões pelas quais esta atividade ilegal existe ou o quanto ela está difundida. Neste artigo, vamos dar uma olhada no violento mundo da briga de cães, inclusive em como os cães são treinados, no que acontece em uma competição, nas multas por brigas de cães e na causa pela qual as organizações de direitos dos animais e oficiais de polícia pensam que a briga de cães é uma epidemia nacional nos Estados Unidos.

Galeria de Imagem de Cães (em inglês)

Os treinadores se aproveitam do atletismo, força e lealdade, que são naturais nos Pit Bulls.
Fotógrafo: Chris Johnson | Agência: Dreamstime.com
Com um regime de treinamento brutal, os treinadores
se aproveitam do atletismo, força e lealdade de cães
como Pit Bulls para transformá-los em assassinos violentos

É importante esclarecer que a briga de cães, embora algumas vezes seja chamada de "esporte", é ilegal em muitos países do mundo. O treinamento de cães de briga envolve práticas cruéis e desumanas e é ilegal na maior parte dos Estados norte-americanos. Essas brigas são muito diferentes das disputas em que dois cães podem se envolver na rua. Esses tipos de disputas costumam terminar rápido e sem que haja ferimentos graves. Uma briga de cães organizada, por outro lado, é resultado de uma rivalidade intencional, um treinamento cruel e violento por parte dos donos. Além disso, outros crimes e formas de violência acompanham quase todas as maiores brigas de cães.

O número exato de pessoas envolvidas em brigas de cães varia, mas especialistas concordam que esta indústria de US$ 500 milhões está aumentando sua popularidade, especialmente na Carolina do Norte e na Virgínia [Fonte: The Virginia-Pilot (em inglês)]. A ABC News diz que existem "de 20 a 40 mil espectadores e participantes de brigas de cães nos Estados Unidos" [Fonte: ABC News (em inglês)]. A "The Humane Society" estima que existam 40 mil profissionais de brigas de cães [Fonte: CNN (em inglês)]; John Goodwin, um oficial dessa organização, mantém uma base de dados com 20 mil nomes de possíveis treinadores de cães de briga [Fonte: The Virginia-Pilot (em inglês)].

Antes restrita ao sul dos Estados Unidos, a briga de cães agora envolve pessoas de vários lugares, e os treinadores e criadores mais famosos são conhecidos internacionalmente. O suposto "esporte" é bastante popular na Europa Oriental, na Rússia e na Ásia Central. Organizações criminosas na Rússia e na Itália lucram com as apostas envolvidas com brigas de cães. Alguns rappers e atletas famosos foram associados a brigas de cães. O videoclipe da música "99 Problems", do Jay-Z, mostra cães se preparando para uma briga, enquanto o DMX escreve músicas sobre a briga de cães. O jogador Qyntel Woods, da NBA, uma vez abandonou um Pit Bull que parecia ter se envolvido em uma briga. Até a Nike insinuou uma briga de cães em um comercial de televisão, mostrando dois cães aparentemente se preparando para brigar. Hoje em dia, a briga de cães envolve pessoas de todas as classes, novas ou velhas, ricas ou pobres, que moram no campo ou na cidade. Um caso famoso envolveu uma pesquisadora de câncer com doutorado em zoologia [Fonte: Independent Weekly (em inglês)].

A Internet fez sua parte para difundir a briga de cães. Ela permite que os criadores entrem em contato com clientes e fãs online e que troquem vídeos. As pessoas que participam das brigas divulgam eventos pela Internet. Os treinadores aprendem novos métodos de treinamento e de tratamento de feridas, além de comprarem equipamentos online. Atualmente, a facilidade de usar vídeos online faz com que alguns treinadores transmitam brigas em sites da Internet, permitindo que pessoas apostem sem nem mesmo precisarem ir até a briga.

Na próxima página, vamos ver a história da briga de cães e as diversas raças usadas nela.