Capes

Autor: 
Christianne Visvanathan

Capes

O decreto 29.741, de 11 de julho de 1951, foi o ponto de partida da Campanha Nacional de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, a atual Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Era o começo do segundo governo do presidente Getúlio Vargas (1882/1954), e a nova entidade nascia com o objetivo de “assegurar a existência de pessoal especializado em quantidade e qualidade suficientes para atender às necessidades dos empreendimentos públicos e privados que visam ao desenvolvimento do país”.

Como o Brasil passava por um grande processo de industrialização, o governo percebeu a necessidade de criar uma entidade que contribuísse para a formação de pesquisadores e especialistas nas mais diversas áreas do conhecimento. O professor Anísio Teixeira (1900/1971) foi o primeiro secretário-geral do órgão. Em 1953, dois anos após o início de suas atividades, foram concedidas as primeiras bolsas, 79 no total (duas para formação, 23 de aperfeiçoamento no Brasil e 54 no exterior). No ano seguinte, mais 155 bolsas (32 para formação, 51 de aperfeiçoamento no Brasil e 72 no exterior).

Em 1965, o órgão classificou os primeiros cursos de mestrado (27) e doutorado (11) no Brasil. No governo do presidente Fernando Collor de Mello, a Capes foi extinta por medida provisória. A decisão do presidente provocou uma intensa mobilização nas comunidades acadêmica e científica do Brasil. Menos de um mês depois, em 12 de abril, a Capes foi recriada pela Lei 8.028.

Uma das mais importantes funções da Capes é a coordenação e avaliação de todos os cursos de pós-graduação no Brasil. Em 2007, a instituição concedeu cerca de 28 mil bolsas no Brasil para mestrado e doutorado dentro do Programa de Demanda Social, o maior do órgão. Outros 2 mil bolsistas também foram mantidos pelo órgão no exterior. O Demanda Social oferece bolsas em cursos de instituições públicas avaliados pela Capes.

Como conseguir

Os interessados em obter uma bolsa da Capes têm que percorrer um longo caminho. Além de toda a documentação exigida, é preciso muito preparo para enfrentar provas e entrevistas, apresentar um projeto dentro da linha de pesquisa apoiada pelo órgão e contar com uma boa orientação. Todos os prazos estabelecidos também devem ser cumpridos à risca.

No Brasil, os candidatos a uma bolsa da Capes normalmente passam por um processo de seleção dentro das universidades porque nem todos os aprovados nos cursos de mestrado ou doutorado são beneficiados porque há cotas de bolsas para as instituições.

Quanto paga a Capes

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência:  R$ 1.200,00 por mês.
Programa Nacional de Pós-Doutorado: R$ 3.300,00 por mês
Mestrado: R$ 1.130,00 por mês
Doutorado: R$ 1.620,00 por mês